Páginas

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Pulsar Indecifrável

O que te faz em meu peito bater?
Não é a simplicidade da convivência
Nem tão pouco a euforia do desconhecido…

Talvez seja a alquimia do desejo
Que de tão indisvendável
Se torna simples no saber!

Não busco o infinito
Pois o infinito pode ser tão finito
Como o beijo prometido e não cumprido…

 A01rosa2

 

O corpo não revela
O que da alma
Nem sabe ainda…

 

 

 

Pois no perpétuo momento
O sentimento vaga
Entre o querer e o não poder…

Decidir é ser o que a vida oferece
E saber que do futuro
Pouco ou nada sabemos…

Portanto deixar o corpo
E a emoção decidir
Faz parte de um pulsar indecifrável…

Valéria Braz 

15 comentários:

Lilian disse...

Olá querida amiga Valéria,

Parabéns pela postagem.

Como sempre, mais uma poesia de qualidade, encantadora e cheia de emoção.
Gostei muito.
Beijo no seu coração.
Carinhoso e fraterno abraço,
Lilian

Principe Encantado disse...

O corpo não revela
O que da alma
Nem sabe ainda…

Muito lindo amiga.
Abraços forte

joana disse...

Valeria
Que linda poesia!

Optima para enviar á pessoa amada.
bjs
joana

Jack Dieguito disse...

que lindo! Voce tb consegue pulsar esse coraçao aqui com seus poemas.
bjao

Rosana Madjarof disse...

Valéria,

Que lindo poema de amor minha amiga!

Você deve estar muito apaixonada mesmo...

O pulsar de nossos corações e sentimentos decide por nós, na maioria da vezes... E aí a razão deixe de ter razão para dar vazão ao que temos de mais puro dentro de nós: o amor!

Lindo!

Bjs.

Rosana.

Tahiana Andrade disse...

Oi.
Conheci o seu blog através do blog da Dri Viário.
Gostei daqui, do layout e, principalmente, dos posts.

Estou te seguindo!

Ah, passa no Idiotizando!

Bjs

LISON disse...

Que Post Fantástico!
AMIGA VALÉRIA



Esse belíssimo Poema você foi buscar nos recônditos do coração...uma Poesia magistral!
Parabéns por mais uma linda Poesia!
Abraços fraternos,
LISON.

Rádio Pentecostal disse...

poesia inspiradora, que transmite muita paz nos preparando para uma ótima noite de descanço.

JORNALISMO ANTENADO disse...

Olá minha amiga, tantas coisas fazem nossos corações pulsarem não é verdade?! Seja a alegria de um amor, o carinho de um animalzinho de estimação, a simples visão de uma flor e seu esplendor...
E é nisso que se resume a amravilha da vida...ser capaz de se emocionar com as coisas mais simples.
Beijos minha querida.
Márcia Canêdo

Joselito disse...

No fundo sempre fica aquela incógnita .. Por quem ou por que pulsa meu pulso? Sei lá, na maioria das vezes por mim mesmo ... ou não.

Josy Nunes disse...

Oi,
Valéria,
amiga, adorei o post e é a vontade de viver a vida que faz o coração pulsar dentro de nós...
Beijão no seu coração, bom final de semana e fica com Deus

MARIA COSTA disse...

Oii minha amiga Val
Você como sempre nos trazendo grandes poesias que refletem nossa alma.Nossa vida é um misterio temos que viver o presente sem querer decifrar o futuro, pois o futuro a Deus pertece.
Bjs

Sissym disse...

Valeria é tão belo que nem sei o que dizer... aliás, o seu blog está muito bonito. A composição é um convite à leitura.

arte-e-manhas-arte disse...

Valéria,

Penso que pulsa para nos manter vivos, tanto cientifica como metaforicamente. É assim que sinto.

É muito belo o teu poema!

Beijinhos
Luísa

Sou Mulher ... disse...

Olá Valéria! Que bom poder vir aqui matar saudades!
Que lindo!: " o corpo não revela
O que da alma
Nem sabe ainda...
Pois no perpétuo momento
O sentimento vaga
Entre o querer e o não poder… "
Beijo, minha amiga.
Vera.