Páginas

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Um amor que só o amor conhece

Perdida nas estradas que a vida nos mostra
Caminhava, vagava pela vida sem nada desejar
Meus pés seguiam um dia após o outro
Meu corpo se adaptava a solidão
Minha mente só vivia o momento presente...



E nos dias vagarosos que seguia sem acreditar na felicidade
Seja de uma familia, de um amor, de filhos
Você surge, como um raio de luz na escuridão

Fiquei sabendo da sua existência mesmo antes de você existir
Sentia cada pulsar da vida que você me traria...



E em todo o tempo em que foi crescendo dentro de mim
Minha vida ganhava nova vida

Meu sorriso acendeu, meus olhos votlaram a brilhar
Meu corpo era todo seu....



E enquanto íamos nos conhecendo
Você cada dia mais forte e ligado a mim
Eu cada dia mais frágil e entregue a você
E nesta simbiose do amor nos entregamos um ao outro...



Quando você finalmente veio pra ficar presente
Vislumbrei seu corpo por alguns segundos
Mas minha alma já sabia que este amor seria eterno

E estaria presente no resto de todas as minhas vidas...


No momento em que entrou no quarto
Meu corpo se preparou para te receber
Tão ternamente, tão sensivelmente

Que aplacou em um único abraço 
O choro que insistia em sair de seu coração...


No exato momento em que o tive nos meus braços
Tive a certeza de nunca mais ser a mesma
Pois minha história ganhou vida
Meus sonhos se realizaram
Meus olhos voltaram a vislumbrar o futuro....



Futuro que será invariavelmente ao seu lado
Mesmo que ao seu lado seja olhando... apoiando... confiando...


Esta poesia eu dedico ao meu reizinho, meu filho Diogo, que hoje completa 8 anos de idade e 9 anos de vida, a ele  que transformou a minha vida. 
Costumo dizer, que antes dele nascer, eu não acreditava mais que teria filhos, que teria familia, que teria porque pensar no futuro, apenas viveria um dia de cada vez. 
Mas Deus, olhou pra baixo e disse: - Não, não minha filha linda, você ainda tem muita coisa para fazer nesta vida, e por isto te mando o meu presente mais especial,  e só peço que você cuide dele com todo o carinho e respeito que lhe for possível. 
E assim, tenho feito em cada segundo de vida com meu filho!

Meu filho... você é a força que me conduz, e um dia vai conhecer e entender toda a nossa história!

16 comentários:

Mr.Jones disse...

Feliz aniversário pro pimpolho que ja faz parte do elenco mirim do parodiando seriados. E ainda terá outro episódio da Hanna com ele.
ahahahah
bjao e adorei seu blog.

Isabel Ruiz, disse...

Felicidades ao pequeno Grande Diogo. Que a sua vida seja repleta de saúde, amor,aprendizado, sonhos, realizações e grandes vitórias.
Parabéns à mamãe do Diogo que soube, de forma magistral, expor o mais belo sentimento que há no mundo: o amor por um filho.
Beijos
Bel

Joselito disse...

Linda homenagem pra ele e pra você. Parabéns.

LISON disse...

Saudações!
Que Post Fantástico!
Amiga Valéria, como já lhe disse e repito. Ler as suas Poesias é se transportar para o Palácio da Felicidade!
A Poesia em homenagem ao grande Diogo, é autêntica, Luz, Vida e Amor!
Parabéns pelo lindo Poema!
FELIZ ANIVERSÁRIO
AMIGO
DIOGO!
Que DEUS TE GUARDE ETERNAMENTE NAS PALMAS DE SUAS MÃOS!
De Coração,
LISON.

concentrado disse...

Uma linda homenagem.

Lilian disse...

Olá querida amiga VAléria,

Parabéns pela linda poesia que fez ao filho amado.
Parabéns ao Diogo, que nasceu para alegrar e fazer seu coração voltar à vida.
Que Deus abençõe a vida de vocês e que dê ao Diogo muita paz, sabedoria, saúde,e sucesso na vida.

Carinhoso e fraterno abraço,
Lilian

Geraldo disse...

Olá Valeria

Estes versos mostram um carinho que foi acalentado desde a concepção até o nascimento.

Aquele que era esperança agora é luz..

Parabéns

Abraço

Sou Mulher ... disse...

Olá Valéria! Seu filho faz aniversário nodia 5 de fev. ? Junto com minha norinha que eu amo muito, pois foi quem insistiu p/ que eu deixasse esta paraíso aí de Florianópolis, onde eu me sentia muito solitária, e viesse pra cá, p/ o interior de Saõ Paulo, onde ela tinha o meu netinho, e queria dividí-lo comigo.
eu e ela fomos aos poucos cultivando uma amizade muito legal, só pra desdizer aquele preconceito contra as sogra(hehehe).
Hoje tenho também uma netinha. Que minha nora e seu filho sejam muito felizes em mais este ano que inicia na vida deles. Bj, a voces dois. Vera.

MARIA COSTA disse...

Val

Que coisa linda, em pleno sabado você me fez chorar com essa poesia.Parabens pars seu filhote lindo e fofo, o amor de mãe é incondicional mesmo e com certeza vai chegar a minha hora de ser mãe e vou dar todo o amor desse mundo para meu filho.
Bjs

JORNALISMO ANTENADO disse...

Oi minha querida amiga Valéria, que lindo poema , traduzindo em versos esse amor infinito e irrestrito ao Diogo. Não sou mãe, mais se um dia Deus achar que estou preparada para tal responsabilidade serei muito feliz em ter um ser que carregará dentro de sí um pouco de mim por toda a vida.
Adorei saber que ele é aquariano como eu , faço niver dia 17/02... ele deve ser adoravelmente agitado, carinhoso, irrequieto, sempre pensando láaaa n frente...KKKKKK, digo isso porque os aquarianos de distinguem dos outros signos em algumas características.

Beijos nessa fofura de menino e na mãe dele que adoro!
Márcia Canêdo

Sissym disse...

Valeria, eu sei bemo que sente. Só vim ter minha filha aos 36 anos e não sabia se poderia realizar meu sonho de ter uma familia.

Ter um filho quando o desejamos tanto é algo tão precioso. Eu não tenho muito o que mais dizer porque estou muito emotiva, mas senti cada emoção sua nas frases de amor dedicadas ao seu querido e lindo filho.

Felicidades.

Leila Franca disse...

Olá Valéria,

Que lindo! É verdade, a vida da gente se divide em antes e depois dos filhos. Eu gostei tanto que quis logo 3...rs A gente se transforma e encontra um motivo maravilhoso para viver, batalhar e seguir em frente.

Parabéns atrasado, mas parabéns! Desejo a vocês tudo de bom e ao seu filhinho uma vida rica de boas experiências.

bjs

Josy Nunes disse...

Oi,
Valéria,
Desculpa a você e ao Diogo por meus Parabéns vir a passos de tartaruga..desculpa mesmo de coração.. Desjo muita saúde, luz paz e felicidades pra o Diogo e o mesmo pra você para que possa acompanhar ele em todos as brincadeiras, sonhos e realizações. Eu aprendi que filho é pra sempre o quando somos mães nunca mais estamos sós. O meu João, completou 6 anos em janeiro/2010, e eu também já aos 30, achava qua não mais poderia ter filhos e Deus na sua infinita Sabedoria o mandou pra mim. E hoje, sei que ele só não chegou antes porque o Criador achava que eu não estava pronta e quando Ele achou que estava, e olha que eu nem mais o esperava, o João chegou saudável, lindo e feliz conseguiu preencher todos os espaços vazios que existiam em mim.
Beijão Amiga e um Super beijo no seu Princípezinho Diogo muita luz e paz nos corações. Fica com Deus.
bjos

Júlio FRC disse...

Valéria

Até que enfim, hem!! Sobre tudo, um pouco, na veia, na alma, e no teclado!! kkkkkk

Qual o amor, que não seja revelado pelo Amor?? Ilusões?? Talvez, mas, tais quais coadjuvantes, nossas ilusões afirmam, pela negativa, quem é o Amor, como está vestido, o que diz e o que bebe.

Veste branco, fala pouco, e bebe ambrosia!! kkk

Bjs!!

Gernain disse...

Olá Valéria,
Muito linda a poesia. Este amor que nos une aos nossos filhos é realmente extraordinário.
Eu tenho um filho de 18 e uma filha de 11, também são minhas preciosidades. Na verdade, são filhos de Deus que Ele me confiou.

Um grande abraço,
Gernain.

Rose Nakamura disse...

Linda poesia
e parabéns
para o Diogo
bjs