Páginas

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Minha alma


No silêncio do meu quarto verde
Fecho os olhos e busco minha alma
Que ao lado de flores coloridas
Me sorri um sorriso indagador....

Pergunto então: Onde está a minha força?
Em que lugar do caminho
Deixei a estrada da descoberta
E iniciei a trilha das indagações?

Minha alma silenciosamente me oferece sua mão
E esguia, segue muito maior do que sempre me pareceu
E me coloca frente as minhas diversas imagens...

Próxima a mim, me conta as histórias de cada uma delas
Histórias que se complementam
Histórias que transformam cada uma daquelas imagens...

Vejo os sorriso soltos
As lágrima  derramadas
As vitórias, as derrotas
Mas principalmente cada passo do caminho...

Minha alma então triplicada em seu brilho
Se colaca frente a frente comigo
Me olhando nos olhos pergunta sem palavras:
- E então?! Já sabe agora onde está sua força?

Vagarosamente abro meus olhos
E percebo que meu quarto verde não é só verde
Que ele tem as cores que meu coração permite
Que a força vem de cada dúvida do caminho
De cada passo dado, de cada atalho
De cada caminho retomado...

E então saio deste quarto verde
Pra pegar a trilha de volta a minha estrada colorida!

Valéria Braz
Fonte das Fotos: Google

16 comentários:

Beth Muniz disse...

"Vagarosamente abro meus olhos
E percebo que meu quarto verde não é só verde
Que ele tem as cores que meu coração permite
Que a força vem de cada dúvida do caminho
De cada passo dado, de cada atalho
De cada caminho retomado..."

Simplesmente Lindo!
Beijo minha querida.

José S. Pereira disse...

Lindo Valéria.

Sempre que posso, deixo mensagem parecida para quem posso: o melhor de nós, o mais verdadeiro em nós, são nossas dúvidas. O resto, são resultantes destas.

Beijos

Mary Miranda disse...

Flor Valéria,

De tantos poemas lindíssimos que você nos proporcionou, esse foi o que mais me tocou no coração; nossa, estou mesmo contagiada por cada palavra escrita!
Querida amiga, o verde da esperança leva-nos à perseverança e vontade de seguir, mas é o colorido, a multiplicidade de opções, que a alma eternamente busca!
Adorei esses versos: 'E percebo que meu quarto verde não é só verde/ Que ele tem as cores que meu coração permite'.
Que nossos corações procurem aquele sonho multicor; a alma é infinita, precisa de expansão, de evolução...

Obrigada, florzinha, adorei mesmo, saiba disso!

Beijos,
Mary:)

Lucas Neves disse...

Que boniito!
Parabéns pela excelente poesia que expressa bem como a alma age em nós mesmos quando estamos dispostos a "enxergá-la".

Um grande beijo,
Lucas Neves.

Jackie Freitas disse...

Oi Val, minha amiga e poetisa querida!
Estava com tanta saudade de te ler, amiga!!! E que bom que você voltou, mais bela e formosa ainda, mais indagadora e oferecendo esse caminho colorido para que todos trilhemos nele... Realmente, amiga, fechamos os olhos e ficamos revivendo as lembranças, perguntando onde estamos, por onde passamos e para onde estamos indo? E quando despertamos de fato e olhamos para os lados, entendemos tudo... Não tem como não apreciar o cenário que surge!
Parabéns, amiga! Lindo, lindo, lindo...como sempre!
Grande beijo,
Jackie

Samanta disse...

Olá bela Valéria !!!

Que belo encontro consigo mesma !! descreve com tanta beleza a reflexão que deveríamos fazer, o mergulho interior de coração aberto que nos proporciona a luz do auto conhecimento.
Às vezes nos perdemos desta essência, e como você colocou, deixamos o tempo de descobertas e passamos a mergulhar nas indagações... perdidos assim, não vemos mais nossa luz e esmorecemos sem saber onde encontrar mais forças para seguir... Mas ela está lá, em todo o caminho trilhado, gestos, sensações, aprendizado...
Lindo demais !

Um beijãoooo

Glaukitos disse...

E minha alma ficou muito feliz ao ler este poema.

Parabéns Valéria!

Arte e Café disse...

Querida Valéria.
Seus versos entrelaçados com a alma
Esta que reluz a estrada colorida.
Assim como a vida, e suas várias estações
De todas as cores!
Você é brilhante em sua composição poética
Sabe que sou fã!
Parabéns por estes versos de plena sensibilidade de sua grande alma!
Beijos com carinho!

manoel disse...

Muito bonito! E que bom estar em sintonia com a nossa alma.


Abraço.

Loubah Sofia disse...

Bom dia meiga poetisa.
Tentei seguir-te no digHitt, mas não consegui, sou nova no sitio e não percebo bem os procedimentos, tentei até conseguir encontrar vosso sitio e que belo, quanto sentimento de luz aqui espalhado tal qual perfume em gotas de poesia.
Estou encantada.
Meus sinceros cumprimentos por teu dom que muito alegou-me o coração.

Carinhoso abraço

Sissym disse...

Valeria, como sempre... profunda nas mensagens em verso.

Algumas vezes, para sair do casulo e para ver o mundo colorido, é preciso refletir o que foi feito, o que se pode fazer, os prós, os contras. Nem todos sabem como resgatar suas proprias forças, mas a resposta somente é encontrada por si só. É preciso coragem.

Beijos

Dú Pirollo disse...

Olá minha querida amiga Valéria!!!
Que maravilha minha amiga, adorei!!!
Minha amiga, todos precisamos destes momentos "salva alma", afinal o que é a vida senão sonhos... qual o sentido da vida se não existisse a alma, e qual o da alma se não houvessem os sonhos... seria tudo um grande vazio!
Parabéns pela excelente poesia, adorei minha querida amiga!!!
Beijos no coração e muita luz e sonhos em sua vida!!!

Luisa L. disse...

Olá Valerinha querida!

Muito triste e melancólico seria o nosso caminho, sem as dúvidas e as indagações constantes. As águas paradas enchem-se de lodo, ou simplesmente secam.

Beijinhos!

-*Vera Luz*- disse...

Olá Valéria!

É fantástico o caminho do coração! Faz nossa vida abençoada pela participação dentro de cada situação, experiência, na permissão do agora que se faz sempre eterno em nossas vidas! Realmente aceitar nosso caminho, nossa vida, nossa condição, essa é a chave para a estrada colorida!

Um abraço,
"Todo o Conhecimento é Luz que Inspira a Alma" -*Vera Luz*-

paz com deus ! disse...

ola , prazer sou o paz no dihitt vim conhecer seu espaço e curti muito , tbm peso que conheça o meu e por favor me siga abç espero vc lah clica para entra no site

Frank Castle disse...

que maravilhosa e criativa forma de descrever uma reflexão profunda!
abraços!