Páginas

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Palvras ao Vento


Nas mãos do destino
Entrego as palavras
Que jogadas ao vento
Fizeram o silêncio no meu coração...

Na mágica do amanhã
Faço das escolhas
As cores de uma nova estação
Que chega serena e silenciosamente...

Na verdade do passado
Lavo a alma
Com a lavanda orvalhada
Do aprender a ser...

Na pureza do hoje
Enxugo lágrimas doces
De momentos que se foram
E deixaram as marcas da saudade...

Mas na loucura do agora
 Olho com os olhos da alma
O estridente e encantado encontro
Da poesia com o amor...



Poesia: Valéria Braz
Fotos: Google




9 comentários:

Jackie Freitas disse...

Olá minha linda poetisa!
Como sempre, mais uma fantástica obra nascida de dentro desse imenso coração. A cada momento teremos palavras...guardadas ou jogadas ao vento, nos inspiram e às vezes nos trazem respostas. Constroem a vida e nos fortalecem cada vez mais.
Grande beijo, minha amiga!
Parabéns! Lindo e sensível como você!
Jackie

Anônimo disse...

Que linda poesia! Tão doce, esta poesia...que chega a fazer cantar a nossa alma...ou seja de quem a lê...Parabéns!

Sissym disse...

Minha amiga, tão belo poema. Achei lindo a lavanda orvalhada... alias, tudo, tudo estava muito bem harmonioso.

Carol R. Cunha disse...

Val...
Sem palavras para expressar o quanto amei sua poesia..
Pura emoção..bjo

Silvana Marmo disse...

Olá Valeria,
Lendo seu poema, por sinal maravilhosos me lembrei desta frase do mestre: Há quem diga que todas as noites são de sonhos. Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. (William Shakespeare)
Acredito que eles se complementam.
Meu carinho

Carlos Roberto de Oliveira disse...

Muito lindo, Valéria!

A poesia é uma forma de deixar falar o coração, de expor a própria alma, e isso não é tarefa das mais fáceis. É preciso muita sensibilidade...

Parabéns pela postagem!

Um grande abraço...

Mr.Jones disse...

Adoro quando transborda sentimentos e despeja tudo que sua alma grita.

Lindo poema.
bjs meu jardim florido.

Leila Franca disse...

Oi Valéria,

Como sempre vc falando do amor, expressando seus sentimentos. Já fiz muito isso também.

bjs

Marcos Airosa disse...

Linda poesia, tocou meu coração bem lá dentro , viva minha amiga, viva, sonhe, alce voo, ame!!!! bjos no coração.