Páginas

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Riscos

Rir é correr o risco de parecer tolo.
Chorar é correr o risco de parecer sentimental.
Estender a mão é correr o risco de se envolver.
Expor seus sentimentos é correr o risco de mostrar seu verdadeiro eu.
Defender seus sonhos e idéias, diante de uma multidão, é correr o risco de perder pessoas.
Amar é correr o risco de não ser correspondido.
Viver é correr o risco de morrer.
Confiar é correr o risco de se decepcionar.
Tentar é correr o risco de fracassar.
Mas os riscos dever ser corridos, porque o maior perigo é não arriscar nada.

As pessoas que não correm nenhum risco, não fazem nada, não tem nada e não são nada. Elas podem até evitar sofrimentos e desilusões, mas não conseguem nada, não sentem, não mudam, não crescem, não amam, não vivem.
Acorrentadas por suas atitudes, elas viram escravas, privam-se de sua própria liberdade.
A pessoa que corre riscos é livre.

Fonte: Histórias e Fábulas - Albigenor e Rose Militão

12 comentários:

Rosangela disse...

Que texto lindo Valéria...
É verdade, ser livre é correr riscos, é ter atitude na vida. Aliás liberdade é vida!
Voltarei, gostei muito!

Estrela de Órion disse...

Valéria,
Esse texto é uma grande verdade.
Mesmo que nós tenhamos medo de correr riscos, não chegaremos a lugar algum se não tentarmos.
É bem melhor arriscar e não ganhar, do que ficar vendo o tempo passar sem arriscar.
Parabéns pela belíssima postagem.
Bjs.

Jucifer disse...

olá guria
grandiossisimo post
cheio de verdades
como diz o ditado quem arrisca naum petisca
ariscar é acreditar em sim
e mesmo sendo dificil mesmo q as vezes tu arisque sem conseguir
fica a sua força de ao mmenos ter se ariscado
ter dado a cara a tapa sem medo!!!
é claro como tu falaste quem naum arisca naum vive
viver é um mundo de provações
onde temos q estar sempre pronto a tudo com nossas armaduras
e um leve sorriso no rosto

guria parabens pelas palavras
ain deixa eu aproveita a oportnidade
e disser q admiro-te
por seu carater
por ter mostrado isso ao assumir o papel do personagem no glee

bjão guria Valéria!

Mr.Jones disse...

As pessoas que não correm riscos...elas nao vivem...Elas vegetam.
Prefiro amar, sofrer, quebrar cara, vencer...
ahahhaha
bjao

Amores no Velho Chico disse...

Oi minha querida Valéria. Sem dúvidas só é livre aquele que se permite arriscar tanto a colher bons frutos com suas decisões quanto em se decepcionar com os resultados delas. como saber se dará certo se não tentarmos. Esse sempre foi meu lema.
Beijos no coração.
Márcia Canêdo

Roniel A. Julio disse...

Amiga Valéria,
Esse texto é bem interessante para que nós possamos pensar e repensar um pouco.
Se nós não corrermos os riscos que aparecem em nossas vidas, nunca iremos saber se esse risco valeu a pena.
Temos que arriscar, pois quem não arrisca não petisca, como diz o dito popular.
Grande Abraço.
Roni.

Josy Nunes disse...

Oi,
Valéria,
amiga, eu estou sempre corrndo risco...não seria feliz se não fosse assim..que bom que tá voltando tava com saudades sentindo falta da sua poesia..beijão no coração e fica com Deus

Jackie Freitas disse...

Linda e querida Poetisa do meu coração!
Esse texto é tão lindo e define de maneira grandiosa o quanto vivemos cercados nessa dúvida do ser ou não ser por puro medo ou falta de coragem de descobrir o que pode nos surpreender. Acho que as pessoas não se arriscam mais pelo medo do que elas possam descobrir sobre elas mesmas do que pelo prazer único de ter vivido.
Lindo, minha querida Val.
Grande beijo,
Jackie

Carlos Roberto de Oliveira disse...

Com certeza, Valéria!

Correr riscos é amar, é nascer com uma paixão, é morrer quando ela acaba, é ganhar, perder, rir, chorar, ver o dia nascer e dormir com a noite. É viver!

Um abração...

Maria Marçal disse...

Valéria, já tinha recebido esta mensagem.
Quanta verdade não é mesmo?
Arriscar... também acredito nisso.

beijos amiga.
Saudades
Maria Marçal - Porto Alegre - RS

LISON COSTA disse...

Saudações!
Amiga Valéria Braz:
Mais uma linda mensagem reflexiva e sábia que nos remete aos desafios e surpresas, de repente que não surpreende correndo riscos é surpreendido.
Parabéns por mais um lindo Post!
Fraternalmente,
LISON.

Sissym disse...

Não acho que pessoas que não correm riscos vegetam. Porque nem todas as pessoas foram preparadas ou tem esta habilidade para correr riscos. Parte que tenta, geralmente sai vitoriosa, outras não. Nem todos estão aptos a pagarem para ver qual será o resultado. Por isso mesmo existem os conservadores, até em investimentos existem varias modalidades para quem quer ou nao correr riscos.