Páginas

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Lembranças

Quando os sonhos se tornam fantasias
E a saudade sufoca no peito
As lembranças se tornam chamas
Que aquecem um coração paciente...

E na fuga do vento
O desejo  caminha, voa
No embalo dos sons
Que se fazem presentes
Nos olhos e lábios
De quem se ama...

E o corpo ausente de realização
Pede ao luar que acalme
O fogo intenso que arde no peito
De quem ama...

E nos encontros as despedidas
Nas despedidas a promessa
De cumprir o destino
De amar sem pudor
No corpo dos que se amam...

E neste ocaso o sol sem culpa
Se esconde sabendo ser
O desejo dos que sabem crer
Que depois da noite
Vem a aurora orvalhada
No interior dos que se amaram...

Valéria Braz

17 comentários:

Roniel A. Julio disse...

Amiga Valéria,
É muito bom poder participar das suas postagens, das poesias que escreve, sempre com muita emoção, com palavras saídas do seu coração.
Emocionante e lindo poema.
Parabéns pela poesia.
Grande Abraço.
Roni.

Jucifer disse...

guria q coisa mais linda!
o amor falado em poema é tão é tão magnifico!


E nos encontros as despedidas
Nas despedidas a promessa
De cumprir o destino
De amar sem pudor
No corpo dos que se amam...

simplesmente lindo guria
bjo grande !

Geraldo disse...

Olá Valeria,

Linda poesia..

gostei muito deste trecho:

"E o corpo ausente de realização
Pede ao luar que acalme
O fogo intenso que arde no peito
De quem ama... "

Abraço

Rose Nakamura disse...

Valéria
Linda postagem
tão suave que encantou minha
alma.
beijos

Silvana Marmo disse...

Olá Valeria,
Para um poema tão lindo sómente a simplicidade de uma música.
Canto de um Povo de um Lugar
Caetano Veloso

Todo dia o sol levanta
E a gente canta
O sol de todo dia

Fim da tarde a terra cora
E a gente chora
Porque finda a tarde

Quando a lua amansa
E a gente dança
Venerando a noite

Eu gosto muitíssimo das letras e músicas de Caetano, é um poeta extraordinário. Em algumas com uma simplicidade fantástica, noutras uma densidade impar.
Meu carinho

B.B. Amor mais forte que a própria morte... disse...

Amiga Valéria, sua poesia é muito linda. Aproxima a singularidade da natureza, do calor do sol que nos aquece e é tão inocente, ao amor ardente e puro dos que se amam verdadeiramente. Parabéns, B.B.

Mr.Jones disse...

Um bombom em troca dos seus pensamentos!

Meu Jardim florido. Enquanto o meu silêncio consegue beijar e abraçar. A sua solidão te dá asas para voar.
bjao

Jackie Freitas disse...

Olá minha linda poetisa!!!
Eu aqui, ouvindo Tony Braxton e lendo a sua linda poesia...e o meu amor aqui me rondando...rsrsrs...Querida, perfeito! Quanto sentimento nessa alma romântica!!! Me fez viajar nessa linda melodia...me deu carona nesse embalo. Você é maravilhosa!
Grande beijo,
Jackie

Fábio Siebra disse...

Valéria (querida amiga)
Palavras simples tentando explicar algo tão complexo.A cada dia curto mais seus escritos.
Um Abraço.

LISON COSTA disse...

Que Post Fantástico!
Amiga Valéria Braz:
Mais uma linda poesia repleta de passagem de luzes resplandecentes que iluminam qualquer alma. São poucos que conseguem com maestria emoldurar com ternura palavras tão sublimes que acalentam um coração.
Parabéns pelo magnífico Poema!
Parabéns por mais um lindo Post!
Fraternalmente,
LISON.

Mari Costa disse...

Val querida

Me encantei pela sua poesia, você escreve com seu coração e alma, as lembraças que se misturam com as doces saudades, acendem nosso coração e as vezes fazem despertar sentimentos latentes.

Bjs no coração

Marcia Pinho disse...

Menina, que texto lindo! Nada como escancarar nossos sentimentos através das palavras! Dá quase para ouvir seu pensamento! Parabéns! Muito lindo mesmo! Bjo enorme, flor!

Marcos Airosa disse...

Nossa que linda poesia, admiravelmente linda vc sabe expressar o que estas pensando.

É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão. O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem saber ver.

manoel disse...

Quando deixamos fluir para o grafite aquilo que sentimos no nosso coração o que são desenhados formam lindas palavras que se transformam em poesias. Lindas poesias como a que acabei de ler.

Abraço,

Manoel

Sou Mulher ... disse...

Que saudade de vir aqui, Valéria!
E que linda e suave sua poesia, me deixei levar, pela saudade, me reconheci na ilusão que ali você descreve e em outros sentimentos que são comuns a quem tem o desejo de amar.
Muito lindo. Parabéns.
Beijo no teu coração.
Vera.

Marcos Airosa disse...

Achei linda a poesia, vc é maravilhosa, por isso também sou seu fã incondicional.Bjo no coração.

Lugirão disse...

Vim conhecer teu espaço por causa do teu avatar que por coincidência é o mesmo que uso, sem a rosa.
Gostei do seu poetar.