Páginas

quinta-feira, 29 de março de 2012

Coração Cristalino





Não sou espião do teu coração
Sou tua alma amiga
Soluçando tua magia...

Não sou guardiã dos teus sonhos
Sou tua máscara escondida
Sorrindo com teus desejos...

Não sou fera domada
Sou tigresa amuada
Pedindo teu afagos...





Não sou teu espelho côncavo
Sou tua imagem convexa
Te olhando em segredo...






Não te quero nem bem nem mal
Te quero ao meu lado
Lutando com meus delírios...

Mas não se aproxime demais
Meu coração cristalino
É feito fumaça sem fogo
Queima, arde
E sem querer machuca...

Valéria Braz

Imagen: Google

9 comentários:

Alba Simões disse...

Minha querida amiga Poetisa!
Faz tempo que não apareço...
Uma surpresa maravilhosa!
Suas palavras em ritmo, sensibilidade e emoção...
Seus versos são mágicos e nos fascinam sempre!
Beijos com carinho!

Luísa L. disse...

Limpo, límpido.
Maravilhosas as palavras, a cadência e a conclusão! Adorei.

Beijinhos.

Cecilia sfalsin disse...

Uma mistura de sentimentos, sensualidade, verdades e sensibilidade em cores.Uma revelação de si mesmo a uma entrega insana e totalmente real ao amor...

Lindo Valéria...

Beijos

Van disse...

Valéria querida,

quando um coração cristalino pulsa suas transparências, pode aquecer ou queimar, tudo em nós tem duas propriedades.

Coisa mais linda, estes seus versos. Coisa de quem se conhece em profundo.

Beijo

Guria Faceira disse...

coisinha mais coisada
q belo poema
simplesmente ameiiiiiiiiiii por demais!!!!

bjim coisinha

gisele disse...

Lindo poema Va.
Gostei do final que diz:
-É feito fumaça sem fogo queima, arde e sem querer machucar...
Amei o amor o desejo são exatamente assim.
Parabens amiga lindo poema.
Bjssssssssssss

Sissym disse...

Valeria,

Muitos corações são assim, cristalinos, são puros de emoção e frageis se tocados por descuidados.

Como sempre foi, bonito poema.

Beijos

Mary Miranda disse...

Flor Val, que ventura ler seu inspirado poema!

Você sintetizou bem a imperfeição humana de às vezes ferir, mesmo quando ama alguém...
Queremos nosso alvo de amor ao lado, mas isso não significa que não correremos o risco de magoar aquele ser!
O título "Coração Cristalino" é majestoso!
Esse termo "cristalino" pode ser usado como algo límpido e claro, porém, pode ter a função de explicar que é frágil feito cristal, aquele que se quebra à toa.
Uma vez espatifado, um pedaço de cristal pode machucar. A fragilidade anterior se perde e traduz em ferimento.
Mesmo quando se ama muito alguém, é necessário cautela. Sem querer, podemos magoar as pessoas que nos são mais caras!...

Beijos, linda!
AMEI!!!!

Mary:)

NEO disse...

Comecei a seguir o teu Blog hoje, parabéns pelas belas palavras.Lindo poema.