Páginas

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Amanhecer




Se todos os dias levantásemos
Para ver o nascer do sol
Veríamos nascer em nós
Uma nova força...
Se todos os dias olhássemos
No espelho a nossa alma
Descobreríamos uma juventude
Há muito esquecida...


Se todos os dias sorríssemos
De nossas incertezas
Nasceria em nós
A certeza de aprender...
Se todos os dias fizéssemos
Tudo igual de forma diferente
Enxergaríamos a grandeza
Do conviver...

Se todos os dias lutássemos
Com força e coragem
Perceberíamos que em algum lugar
Em algum ponto dentro de nós mesmos
Está a paz de se saber livre
No desfecho do destino...



Enorme beijo a todos os amigos que procuram ser livres e donos de seu próprio destino!
Valéria Braz

Fonte das Imagens: Google

22 comentários:

Fatima Zanin disse...

Que linda poesia,se nos dermos contas quantas coisas boas passam sem que nos demos contas, podemos mudar as coisas,é só querer o destino está em nossas mãos podemos escolher,ou pelo menos lutar e com certeza a vida também mudará,busquemos o noso destino,nós somos dono dele.
Beijo.

Ana Lucia Nicolau disse...

Oi Valéria, lindo poema, realmente você soube colcar muito bem o valor de apreciarmos a força de cada detalhe...

Jackie Freitas disse...

Olá minha querida poetiza!
Nossa! Amei esse poema! Me senti livre e cheia de forças através de suas palavras... Acho que quanto melhor nos conhecemos, mais podemos nos dar essas chances... Basta querer, acreditar e acima de tudo: agir!
Grande beijo, Val querida!
Parabéns pela belíssima apresentação!
Jackie

Fernandez disse...

Olá Valéria querida!
Adorei o lindo poema que tem uma mensagem muito inspiradora.
O mais bonito é que todos temos esta força dentro de nós... o problema, por vezes, é deixarmos ela aflorar. ;-)
Beijo enorme, Fernandez.

Edgard Shigenaga disse...

Amiga, eu ainda não havia lido nada parecido e fiquei maravilhado!
São atitudes simples mas que fazem toda a diferença!
Achei maravilhoso o trecho:
"Se todos os dias fizéssemos tudo igual de forma diferente..."
Me lembrou muito o conselho de um grande mestre de tai chi:
"Encontre no velho... o novo!"
Seguindo ensinamentos como este estaremos mais próximos de encontrar a paz assim o resto virá naturalmente.
Bjs.

Beth Muniz disse...

Bravo!
Não é por acaso que me meto a poetar...
Tenho com quem aprender... rsrsrs
Beijos.

vidarealdasam disse...

Olá bela Valéria !!

Seus textos sempre falam direto ao meu coração e sempre trazem uma reflexão importante .
Muitas vezes bastaria um gesto simples destes citados e poderíamos ver a vida por outro ângulo, mas em alguns momentos esquecemos de fazer isso por nós mesmos e revitalizar nosso dia a dia.
Acredito que se nos lembrarmos disso, de vez em quando que seja, depois que sentirmos a liberdade que temos em transformar nossas vidas, quem sabe não se torna um bom hábito ;)
Lindíssimo, como sempre, arrasandooo
Mil beijocas e que sua semana seja iluminada, como você !

Vera Alvarenga ... disse...

Valéria, parabéns!
Mais uma vez, uma bela poesia. Acredito muito nisto :
"Se todos os dias lutássemos
Com força e coragem
Perceberíamos que em algum lugar
Em algum ponto dentro de nós mesmos
Está a paz de se saber livre"

Adorei.
Beijos, Vera.

Felipe disse...

Prima,
Você me surpreende a cada dia.
Lindo!
Beijão

Sissym disse...

Valeria, todo dia eu quero ser mais corajosa, otimista, alegre, de bem com a vida, etc... alguns dias acordo um pouco diferente, melhor ou nem tanto quanto gostaria. Com certeza, depende somente de mim o desfecho do meu destino.

Beijos

Jucifer disse...

ola coisinha mais coisadinha
mas bah mando mega hiper bem
simplesmente adorei
acredito muito nesta paz interio
q muitos insistem em ignorar

amei amei amei!!!!

bjim coisinha mais coisada

LISON COSTA disse...

Saudações!
Amiga Valéria:
Mais um lindo Poema repleto de encantos que você nos presenteia. Absolutamente. Fantástico!
Contagiou. Mexeu. Valeu.
Parabéns por mais um lindíssimo Post!
Abraços fraternos,
LISON.

Kiki K. disse...

Palavras motivadoras e lindas. *-*
eu sei que depende de nós o destino mas muitas vezes lutamos tanto para conseguir as coisas...

Enfim!
Muito obrigada por ter passado em meu blog, mas pq os criadores te odeiam, você disse a eles as "verdades" e eles não concordaram? :"D
Parabéns por ser essa pessoa correta e amorosa para com os animais.
Já estou seguindo seu blog!É muito bom ter palavras motivadoras no dia a dia!

Bjus o/

Rike disse...

Olá, Valéria!
Taí uma ótima receita pra vivermos melhor!!
Bjs!
Rike.

Arte e Café disse...

Querida Valéria
Sempre é tempo de nos darmos a grande chance!
Esta que nos revela a cada amanhecer, as incontáveis belezas da vida.
Um poema maravilloso repleto de grandes verdades!
E assim traçamos os nossos destinos, com liberdade e sabadoria!
Parabéns por lindos versos !
Mil beijos no coração

Luma Rosa disse...

Lindo o poema, repleto de verdades! Entendo o sentido figurado de olhar para as coisas ao nosso redor e para dentro de nós mesmo, mas há de ter uma motivação para tudo isso e muitas vezes pensamos que o problema são os outros, mas não, está nos nossos olhos que enxerga apenas aquilo que quer ver! Bom fim de semana! Beijus,

Anônimo disse...

Hey, I am checking this blog using the phone and this appears to be kind of odd. Thought you'd wish to know. This is a great write-up nevertheless, did not mess that up.

- David

Tia Bláblá disse...

Oie florzinha, tudo bem?!
Eu simplesmente adorei seu poema, lindo e verdadeiro...
Um super chêro da tia bláblá

Rosangela disse...

Oi linda! Eu aprendi que temos que ver a vida um dia de cada vez. Isso nos torna menos ansiosos quanto ao amanhã e nos faz menos preocupados com o que fizemos ontem. é aquela velha história "já me basta os males de cada dia", não é mesmo? Então acredito que hoje, só hoje eu vou prestar mais atenção em mim, quando me puser de frente ao espelho; que hoje só hoje, posso contemplar a beleza da luz solar; hoje, também posso me relacionar com pessoas que vão somar em minha vida e poderei também somar na vida delas... E assim a gente vai! Só por hoje, a cada dia... Só por Hoje!
Beijão Valéria!!

Luísa L. disse...

Que saudades eu já tinha da paz que encontro no teu espaço!

Lindas palavras, Valéria!
É como ver as coisas simples do dia a dia com outros olhos. Talvez os olhos da alma. Como se as perguntas as repostas, o bom e o mau, o bonito e o feio, estivessem no nosso ser. Apenas temos que aprender a escolher o que nos dá paz.

Beijinhos

Marlon Weasdor disse...

Verdadeiras lições.
Se ao menos eu conseguisse fazer tudo isso como se deve...

Belíssimo poema!

Diná Fernandes de Oliveira Souza disse...

São valores que muitos desconhecem!
Perfeituoooooooooooooooooo!

bjs!