Páginas

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Se quer saber


Se quer saber...
Quando olho nos teus olhos
Vejo tuas dúvidas
Sinto teus receios
Percebo nos gestos
A insegurança que traz no peito!

Se quer saber...
Sinto na tua voz
Um claro clamor de socorro
Que teima manter velado 
Neste orgulho insensato!

Você teve tudo de um coração louco...
De uma entrega completa...
De momentos eternizados pela dança do tempo...

Você foi herói e bandido
De um amor menino...
Desistiu, resistiu
Entregou amor, suportou a dor
Mas não se rendeu ao clamor do tempo
Em ser apenas o que se é....

O coração ainda clama, reclama....
Mas nas atitudes apenas o silêncio
Do que vai na alma e cala
Na ausência de palavras....

Se quer saber...
Ainda caminha no peito
O respeito, o domínio do medo
O receio de ser feliz.....

Se quer saber...
Palavras nada dizem
Sem a exatidão das ações...

Se quer saber...
O amor é maior que o horror
E mesmo descompassado
Os olhos, reflexo da verdade interior
Mostra o que esconde
Em cada reencontrar.....

Se quer saber...
O tempo passa só para quem passa com o tempo
Vivendo no tempo que não passa....

Se quer saber....
Um dia vai saber....

Valéria Braz







10 comentários:

Principe Encantado disse...

Amiga muito lindo poema, e espero que não passe o nosso tempo, a nossa amizade.
Abraços forte

CLAUDIA disse...

Valéria querida!
Menina do céu ,muito lindo!
Essa parte aqui sempre falo para meu marido:
Se quer saber...
Palavras nada dizem
Sem a exatidão das ações...
Amiga maravilhoso,intenso,glorioso!
Parabéns,que Deus te conserve assim!
Obrigado por compartilhar!
Bjos em seu coração com cheirinho de Jasmin!

Samanta disse...

Olá linda Valéria !!!

Lindíssimo poema !!
Esta intensidade com que descreve o que se passa em muito corações, é emocionante !!
Cheguei até a me identificar com algumas partes, como se estivesse falando comigo !
Às vezes carrego no peito uma dualidade caótica, mas como dizia Nietzsche " É preciso um caos dentro de si para dar a Luz a uma Estrela brilhante "
Arrasou !! Adorei !

Um super beijo !!!

Jackie Freitas disse...

Olá grande poetisa!
Lindas palavras sobre o amor e seu tempo, suas incertezas e certeza de que sempre será eterno no coração daquele que ama com a alma...como você! Acho que você traduz muito bem os sentimentos que estão escondidos em muitas pessoas...
Parabéns, minha linda!
Grande beijo,
Jackie

Fatima Zanin disse...

Muitas vezes por medo,insegurança,ou por algo mais sério disistimo de um amor, a saudade as marcas ficarão para sempre, é a vida.
Lindo poema.
Beijo.

JORNALISMO ANTENADO disse...

Nossa amiga, que poema lindo e diria triste , não em sua essência, mas em seu significado.

Beijos no coração, saudades de ti!
Màrcia Canêdo

Sou Mulher ... disse...

Que lindo, Valéria!
Se quer saber...estou de pleno acordo, é preciso a coerência do sentimento com a atitude, pois os gestos e o olhar tem que naturalmente refletir, o amor que se quer dar...ou não se quer e então, as palavras dirão uma coisa e os gestos outra! O tempo passará e quem olha, nunca saberá porque a verdade não vive no olhar!
Beijos, Vera.

LISON COSTA disse...

Saudações!

Amiga Valéria:

Quando terminei de ler o seu encantador Poema eu fiz uma profunda reflexão. Não sei para mim é um magnífico registro dos valores que deixamos passar ao largo da vida. Na maioria das vezes o amor.
Parabéns por mais um lindo Poema!
Parabéns pelo Post Magistral!
Abraços fraternos,
LISON.

Arte e Café disse...

Querida Valéria
Seu poema revela os valores que concedemos a vida, aos momentos e ao tempo !
Maravilhoso e intenso ele nos conduz o a refletir nossos sentimentos em cada verso !
Parabéns querida!
Beijos no coração
Alba

joselito bortolotto disse...

Grande Valéria estava sentindo falta das suas "escritas", mas as vezes é melhor algo artesanal bem elaborado do que muitas vezes produções em série. No contexto. para alguns um "pedaço" de amor é melhor do que nada, para outros só serve se for tudo e bem completo. cada com suas carências, vai se saber um dia ...ou não.