Páginas

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Teu Corpo

Na morada do teu corpo
Fiz da noite o meu dia...
Na incerteza do teu olhar
Fiz do amanhecer o pôr do sol...
Nos teus passos
Fiz meu caminho errado...
Na confusão dos sonhos
Fiz minha cama de pecados...
Na solidão de abraços
Fiz meu corpo desejar...
E no soluço de uma paixão
Fiz do amor um esperar...
Quando na ânsia de beijos
Apenas deixei a emoção amor
Me domar...
Valéria Braz

Um comentário:

JOBENIA MARINA disse...

Oi Sorriso ,

"Cada passo há um destino, mas, apenas o amor escolhe o seu ideal."

beijão